Para que o Portal possa funcionar corretamente, instalamos pontualmente no seu computador ou dispositivo móvel pequenos ficheiros denominados cookies ou testemunhos de conexão.

A CADEIA DE UNIÃO

Votos de utilizador:  / 66
FracoBom 
AddThis Social Bookmark Button
Ao final da sessão o venerável mestre chama a todos os irmãos para que reunidos ao centro da Loja, formem a cadeia de união.

Com o passar dos tempos a maçonaria foi adotando e reunindo influências e comportamentos de todos os tipos, desde de outros ritos, religiões e instituições.

Muitos autores afirmam que a Cadeia de União foi idealizada para a transmissão da Palavra Semestral e tão somente isto, já outros dizem que este momento de união é para um enlevo espiritual único onde são proferidas orações, pedidos de iluminação ao Grande Arquiteto do Universo. A maçonaria é um verdadeiro púlpito para a expressão de idéias diferentes, pois somos “livres” nas ações e nas palavras. Portanto deveremos ter a sensibilidade para absorvermos o que a nossa razão permite.

A cadeia de união é formada no centro do Templo, composta de elos humanos exatamente iguais, representando os espíritos maçônicos unidos pela solidariedade de idéias e pela comunhão de sentimentos e aspirações. Nesta corrente não há elos mais fortes ou mais fracos.

No Rito Escocês Antigo e Aceito o Venerável Mestre ocupa o lado mais oriental da Cadeia, tendo à sua direita, o Orador e à sua esquerda, o Secretário. O Mestre de Cerimônias ocupará o lado mais ocidental bem à frente do Venerável Mestre, tendo à sua esquerda o 1º Vigilante e, à sua direita o 2º Vigilante. Os demais Irmãos do quadro comporão a Cadeia de acordo com o seu lugar em Loja.

Para a transmissão da palavra o Venerável a diz, em voz baixa, na orelha esquerda do irmão que está a sua direita, e na orelha direita do irmão que está a sua esquerda, daí a palavra circulará pelos dois lados, sendo recebida pelo irmão Mestre de Cerimônias, em ambas as orelhas, ocasião em que este oficial irá levar, ao Venerável Mestre, as palavras recebidas, dizendo na orelha direita a palavra recebida pelo lado direito e na orelha esquerda a palavra correspondente a esse lado. Se a palavra estiver incorreta, o processo será repetido. Se estiver correta o Venerável Mestre dirá simplesmente: “Meus Irmãos, a palavra está correta, guardemo-la no mais profundo silêncio, e só divulga-la em Loja Regular e da referida Potência Maçônica. (É uma característica que cada Potência possua sua Palavra Semestral, que serve para identificar Irmãos de mesma Potência).

Após o Venerável desfaz a Cadeia de União e solicita aos Irmãos que se retirem em paz.

No Rito Schroeder a Cadeia de União é obrigatória após o término dos trabalhos.

Outra forma de utilização da Cadeia de União é para um procedimento exotérico, onde é feita com uma forma de canalizar uma idéia-força, não uma oração formatada, mas um rogo objetivo e único, onde deve haver a harmonia e aceitação de todos os Irmãos presentes, os que não comungarem deste procedimento não devem integrar uma Cadeia de União, pois a sua falta de credulidade irá enfraquecer o elo necessário desta “Corrente de Pensamento Positivo”.

O ambiente deve estar propício, com música de fundo, iluminação fraca, incensos e principalmente a concentração de todos os presentes.

No Rito Adonhiramita a Cadeia de União é realizada antes do fech.·. da Of.·. com o Liv.·. da L.·. ainda aberto, para tanto o Venerável Mestre ao iniciar a Sessão já comunica a realização dessa, determinando apenas um objetivo ou apenas um rogo, pois não é prudente a diversificação de objetivos, pois, embora possuímos uma força mental, ao dividi-la em vários pedidos, estaremos enfraquecendo-a e possivelmente diminuindo a sua eficácia.

Ao unirmos nossas mãos e pés para formarmos a Cadeia de União e antes de liberarmos a nossa “Força Motriz” ou “Força do Pensamento”, deveremos estar todos sintonizados no mesmo objetivo e ao mesmo tempo, podendo em alguns casos fazer com que todos respirem no mesmo compasso.

Se acreditarmos no seu efeito, se desejarmos o seu resultado e soubermos realizar uma Cadeia de União, esta funcionará perfeitamente, pois não deveremos nos esquecer que ao estarmos unidos em Loja estaremos representando o Cosmos, a Fraternidade Mundial e a emanação energias positivas só tenderá a melhorar o nosso ambiente e aumentará a nossa vibração pessoal.


Rogério Vaz de Oliveira
M.'.M.'., R.·.L.·. Cavaleiros do Vale do Rio Negro, Rio Negro – PR, Brasil