Para que o Portal possa funcionar corretamente, instalamos pontualmente no seu computador ou dispositivo móvel pequenos ficheiros denominados cookies ou testemunhos de conexão.

A ESPADA

Votos de utilizador:  / 10
FracoBom 
AddThis Social Bookmark Button

Inicio a presente prancha fazendo referência à da Espada Japonesa Katana.

A bainha representa o corpo físico, a lâmina a alma e o espírito do guerreiro, que se for usada com sabedoria, realizará construções em prol da humanidade.

A espada representa um símbolo militar que tem como característica a virtude, a bravura e o poder.

Possui um duplo sentido, o destruidor e o construtor. É o emblema do Rei e do Guerreiro. Quando associada à balança se relaciona à justiça. Representa o fogo, pois a sua lâmina brilha, quando banhada pela luz. Na alquimia, a espada dos filósofos é o fogo do cadinho.

Para os Martinistas e Maçons, é a arma de vigilância. Representa também a palavra do verbo Divino, ou uma de suas manifestações. Ritualisticamente é utilizada na formação da abóbada de aço para recepcionar autoridades, convidados, profanos e visitantes.

A dualidade de seu gume refere-se às duas correntes de força cósmica, o lado das trevas e da luz.

No código do guerreiro japonês, o samurai portava a sua espada com a lâmina extremamente polida, pois a mesma refletia a sua própria alma, limpa, pura e sem nódoas.

Na forma de cruz simboliza os quatro elementos, fogo, ar, água e terra. A sua constituição através do cruzamento de duas linhas representa que uma vem do céu, o espiritual, e a outra o que se encontra no campo de visão objetiva do homem.

Representa também as quatro letras do nome de Deus; "Iod", "He", "Vau", "He".

Na visão do Yin/Yang a espada representa a união de dois pólos contrários. Todas as pessoas possuem Ying e Yang dentro de si, mas o equilíbrio total jamais será alcançado. Umas tendem para o lado Yin, outra para o Yang. No homem a força primária é Yang, e na mulher Ying. A força primária característica representa o instinto animal. A diferença dos seres humanos e dos animais irracionais, refere-se que o primeiro grupo podem possuir uma essência secundária, e assim entrar em dualidade, buscando o equilíbrio de seu próprio ser.

Na visão Ying/Yang a expressão carregar a sua cruz significa carregar o seu Karma.

O material empregado na utilização da construção da espada é comumente o ferro e o aço, sendo que o aço é o ferro onde foi removida a maior parte de suas impurezas, como a sílica, o fósforo e o enxofre. A vantagem do aço sobre o ferro é o aumento de sua resistência. Há inúmeros tipos de aço empregados, tais como o aço 420, 425, CPM154, ATS34 e tantos outros, melhorados quimicamente.

Para a confecção de nossa espada, devemos empregar o melhor aço accessível e possível, oriundo da transmutação alquímica.

Devemos empunhar a nossa espada contra nós mesmos, combatendo os demônios interiores que habitam em nosso ser, antes de pensarmos em empunha-la a terceiros.

Fraternalmente, S.'.S.'.S.'.


Paulo Santos, M.M.
ARLS Verdadeiros Amigos 3902- GOSP.'./GOB.'. - Brasil

 

BIBLIOGRAFIA:
A ARTE DA ESPADA, E TEXTO DE JORDAN AUGUSTO