Para que o Portal possa funcionar corretamente, instalamos pontualmente no seu computador ou dispositivo móvel pequenos ficheiros denominados cookies ou testemunhos de conexão.

AUTO AJUDA E A SUPERIORIDADE REAL

Votos de utilizador:  / 12
FracoBom 
AddThis Social Bookmark Button

Este trabalho é principalmente baseado no sistema do QUARTO CAMINHO, a Auto Ajuda de verdade leva a uma Superioridade Real, que só existe em pessoas que tenham consciência de is mesmo, o resto é auto engano e egocentrismo, nada mais. Obter Consciência Cósmica ou Crística, é trabalho praticamente sobre-humano, que esta acima das forças do ser humano ordinário, mas obter consciência de is mesmo pode ser possível, desde que se façam esforços necessários, mas não existe nenhuma garantia nesse sentido, pois não é nada fácil , quero dizer também, que eu não consegui chegar a esse destino, mas sonho com esse dia.

Sempre quis trazer para a análise dos irmãos desta oficina os preceitos do Quarto Caminho, nós membros da maçonaria universal não podemos nos furtar de enfrentar esse tema, que tem muito em haver com o aperfeiçoamento e desenvolvimento humano, o que vem de encontro com a tradição de nossa amada ordem.

Digo mais, estudar esse sistema, pratica-lo com seriedade não é perda de tempo, para o estudioso sério. Trata-se, sem dúvida de uma especial forma de esoterismo pratico ou de comportamento mental , que pode ser praticado desde o primeiro dia de contacto com o sistema. Tem bases firmadas no Novo Testamento. Evita o auto-engano, pois é dado a analise séria de is mesmo, ensinando que na verdade não somos o que pensamos ser na maioria das vezes. Mostra-nos uma realidade que pode chocar a princípio. Venho estudando esoterismo e ciências afins, a mais de 25 anos e, pelo menos para mim, o quarto caminho destacou-se como um holofote, iluminando uma platéia escura ou uma mente escura - nunca vi nada igual. É certo que não estou fazendo justiça ao Quarto Caminho falando sobre o mesmo.

Pois sei que não estou preparado para tanto, nem tão pouco autorizado, mas depois DA morte de P.D. OUSPENSKI, seus seguidores ficaram mais ou menos órfãos, e ninguém o substituiu. Tenho notícias de aproveitadores, que plagiaram as idéias do Quarto Caminho, para capitanear seguidores e dinheiro, como podemos observar, de vários sites americanos, mexicanos e brasileiros – verdadeiros falsos profetas e enganadores DA humanidade. Também ouso afirmar, também por falta de maiores conhecimentos, que nunca estudei nenhum interprete, autor ou mestre, que viesse de encontro com minha consciência e meu ser como OUSPENSKI, porque este é o único que ousou ensinar algo efetivamente pratico que ouso afirmar tratar-se de esoterismo, já que, esoterismo, se existir algum, só poderá realizar-se dentro de nossa mente , dentro de nossa cabeça, o resto, não que seja lixo, mas não vem de encontro com o meu ser neste momento, seja, não me serve mais, depois que descobri O Quarto Caminho. Falo de mim.

O próprio OUSPENSKI, fala de níveis de ser, defendendo que existem : uma arte, uma religião (etc.) para cada nível de ser. E apesar do Quarto Caminho estar acima de meu nível de ser, porque são muitas as exigências, apesar de em nada atrapalhar, quer nossa vida profissional, quer nossa vida pessoal, muito ao contrário – só ajuda, tal sistema exerceu um fascino sobre mim mesmo, que não pretendo abando-lo até o fim de minha vida. Assim, quer dizer OUSPENSKI, que existe um esoterismo para cada nível humano.

Devo ainda afirmar, que, logo de início , para OS que pretendem estudar o QUARTO CAMINHO, desde que sejam honestos consigo mesmos, OS resultados se apresentam na vida pratica. Também deixo claro, que o melhor é ir direto à fonte e adquirir o livro “O QUARTO CAMINHO” e empenhar-se com esforços sérios no sistema, digo comecem por AI.

Antes de adentrarmos a um grosseiríssimo esboço do sistema, vale lembrar o seguinte : Na vida subumana, há somente instinto, e qualquer intelecto que exista é orientado para descobrir maneiras de satisfazer OS desejos e produzir emoções agradáveis (satisfação dos instintos) Na vida humana é algo parecido, o intelecto busca maneira de satisfazer OS desejos e produzir emoções agradáveis (satisfação dos instintos) muito pouco é intellectual, se há algo, a motivação intellectual é secundária e um guia DA motivação instintiva. Os pensamentos, crenças, opiniões e planos são condicionados pelo sentir, gostar, fazer, evitar, desejar (instintos) o raciocínio é emocional, muito pouco é objetivo e imparcial, assim o raciocínio é pintado. Por isso quarto Caminho, ensina que o ser humano é uma maquina, é praticamente inteiramente mecânico.

BASICAMENTE o sistema enfatiza o seguinte:
Que o homem é criado incompleto, e tem de esforçar-se para completar-se. Existem vários níveis de ser. Os mais conhecidos são o ser humano numero 1, 2 , 3 e quatro- O numero um predomina o ser instintivo, o dois o emocional e o três o intellectual. Extrai-se do sistema que mesmo que se fossemos um ser numero quatro, poderíamos nos permitir cair para o numero um ou dois . Extrai-se ainda que quanto mais evoluímos mais temos responsabilidade, isto é mais respondemos pelo pecado ou karma (que rigorosamente são a mesma coisa). Defende que fora a lei da consciência ou do pecado existe a lei do acidente, e que num descuido podemos cair sob o domínio dessa lei. Por isso defende que quem tem um plano exeqüível não esta tão mau que quem não tem. Pois quem tem um plano e não se desvia dele, não se deixa cair na lei do acidente que é a mesma coisa que ser tragado pela inconsciência, o que nos torna mecânicos, maquinas, para não dizer que se cai num nível sub-humano, ou abaixo das expectativas ou abaixo da normalidade. Que todos somos incompletos porque somos mais mecânicos que conscientes, isto é, muito mais mecânicos. Que há pouca consciência, o mundo é praticamente todo mecânico. Que gastamos energia demais e estamos praticamente abaixo da normalidade, somos muito mecânicos, que depois de alcançarmos a normalidade, poderíamos alcançar a consciência de si mesmo, que era isso que Cristo queria dizer, quando ensinava, corrigia ou afirmava : VIGIAI. Que para alcançarmos a normalidade e mais consciência temos que, poupar energia da seguinte forma:

  • Não expressar emoções negativas ou desagradáveis;

  • Não identificar-se;

  • Observar-se;

  • Lembrar-se de si mesmo;

  • Controlar a imaginação;

  • Não falar desnecessariamente;

  • Controlar o pensamento formatório;

  • Não ter consideração interna;

  • Ter consideração externa;

  • Evitar Falar Desnecessário;

  • Não mentir.

  • Ter um Plano.

Não expressão de emoções negativas e desagradáveis
É o que gasta mais energia – estamos falando daquela energia Crística, a qual Jesus disse que “nem só de pão vive o homem...”. (etc.) Não posso permitir que os meus instintos primitivos assumam o comando de mim mesmo, e esvaziem meu estoque de energia e me deixem como uma garrafa vazia.

Não identificar-se

Não me identifico para não me perder, não perder minha identidade, meu eu. A minha consciência é pequenina e fraca e a massa de inconsciência que é enorme, pode me tragar e me arrastar para o movimento inconsciente, neste momento sou uma maquina sem controle, a deriva. Não há porque me perder , tenho que estar no governo, isto é no poder de mim mesmo.

Observar-se

O centro intelectual pode e deve apreender e olhar as emoções. O centro emocional começa a perceber que não vale a pena continuar se o intelecto não o acompanha.

Lembrar-se de si mesmo

É isso mesmo, procurar lembrar de si mesmo varias vezes durante o dia, sentindo: Eu estou aqui. Eu sou eu.

Controlar a imaginação
Para não me perder em devaneios inúteis e bobos e gastar energia, também para não dar um colorido falso as situações e me auto enganar. Devemos buscar a solução ou buscar aceitar, usando a função critica e o pensamento correto. Esquadrinhar a coisa. Pensar de verdade e não perder-se em pensamentos inúteis

Não ter consideração interna

Não posso permitir que os instintos primitivos assumam o comando da unidade em mim ou do meu Eu ou consciência. Buscar observar-se e ficar consciente de mim e agir com bom senso.

Ter consideração externa

Ter uma atitude cuidadosa em reação com os outros, ser gentil, porque todos tem tendência ao auto-engano. Não confrontar o Ego, porque o Ego da maioria, seja o Ego coletivo é infinitamente maior que o seu, e conseqüentemente você só tem a perder, é uma questão matematíca e ao mesmo tempo, esses confrontos gastam suas economias de energia vital. Essa energia tem de ser economizada, poupada, para você poder fazer, realizar, conseguir algo. Também é de se dizer que o outro que procura o confronto pode não estar vivendo um bom momento.

Evitar falar desnecessário

Falar também despende energia e para sermos efetivamente úteis, devemos ter a palavra certa, na hora certa, para isso devemos apreender a ouvir, para Ouvir tudo. Não interromper os outros sem uma boa razão. Prestar a atenção detalhadamente, com cuidado e não me perder nas emoções que me afetam.

Pensamento Formatório:

No sistema do quarto Caminho, é um tipo de pensamento que pode levar ao devaneio ou não, tipo um barquinho vazio que vem passando e você monta nele e ele o leva, o fazendo dormir, inconsciente por mais tempo. Normalmente são dois ou três tipos de pensamento que você acompanha, esteja consciente e você os identificará.

Não mentir
A mentira desperdiça enorme quantidade de energia, a origem da mentira externa é a mentira interna, na verdade não sabemos quem somos – somos muitos e agimos que se soubéssemos quem somos.

Prisão da Limitação
Aceitar e assumir a situação em que se encontra é o primeiro passo para a liberdade. A prisão da limitação é a matéria prima que eu tenho para evoluir, sem isso ninguém conseguiria evoluir ou progredir. É um problema a resolver. Não vai adiantar nada esbravejar e chutar as paredes da prisão, nem tão pouco resignar-se e esperar a morte. A melhor atitude é considerar a prisão da limitação como um problema a resolver. Procurar com atenção as falhas , brechas, oportunidades etc., e lançar-se e agarrar a primeira oportunidade real que surgir.

Ter um Plano

Deve-se construir um plano com as seguintes bases ou perguntas: 1- Saber o que se quer? 2-Saber porque quer? 3-Saber como conseguir? Responda sinceramente essas perguntas, trace um plano exeqüível e siga o sistema, não se permitindo desviar-se do plano, para não ser tragado pelo movimento inconsciente.

Além do que, caríssimos irmãos, isso tudo, colocado de forma comportamental, poderia melhorar e muito a vida social, a vida profissional, a vida familiar, e por conseguinte a convivência entre os povos, já que não podemos viver fora da sociedade. Veja-se finalmente, que, se alguém conseguir ser mais consciente, seguindo ou não o sistema, haverá em relação aos outros uma verdadeira superioridade, a superioridade real.

Na verdade é disso que o mundo precisa, nos dias de hoje, somente esses homens, mais conscientes, acabarão vencendo no presente e cada vez mais no futuro, o mundo mudou, temos que nos adptar, temos que evoluir, temos que ser mais conscientes firmando-nos no Eu e não no Ego, este é o único caminho da evolução: consciência de si. Falo de todos os tipos de evolução, econômica, familiar, social, intelectual, moral etc., o sistema deve ser aplicado em todos os setores da vida pratica.

Porque também é certo de que mudando o presente, mudamos o passado, da seguinte forma: mudando o presente , acabamos por mudar o futuro e se mudarmos o futuro, teremos também mudado o passado. Daí o porque ousei trazer a esta oficina o grosseiro esboço acima.


MIGUEL AMADOR
M.'.M.'., Loja Rui Barbosa 3419 - Sinop/MT, Brasil