Para que o Portal possa funcionar corretamente, instalamos pontualmente no seu computador ou dispositivo móvel pequenos ficheiros denominados cookies ou testemunhos de conexão.

TÚNEIS REALIDADE E IMPRESSÕES

Votos de utilizador:  / 8
FracoBom 
AddThis Social Bookmark Button
Para entendermos o espaço neurológico, precisamos entender que o sistema nervoso consiste de oito potenciais circuitos ou minicérebros. Quatro desses são os normalmente usados pelo nosso lóbulo esquerdo e responsabilizam-se pela nossa sobrevivência terrestre.

Os outros quatro são extraterrestres, silenciosos, inativos e residem no lóbulo direito, ali se encontrando para serem utilizados em nossa futura evolução.


I. O Circuito da biossobrevivência:
Esse cérebro foi o 1º a evoluir, há cerca de 2 a 3 milhões de anos atrás, sendo o 1º ativado na criança ao nascer. Ele programa a percepção em uma rede dividida em coisas alimentadoras e de auxílio, e coisas nocivas e perigosas.


II. O Circuito emocional:
Esse biocomputador, mais avançado, formou-se quando os vertebrados apareceram e começaram a competir por território, talvez há 500 milhões de anos atrás. Ele é ativado no indivíduo quando o controle mestre do DNA aciona a metamorfose da forma de rastejar para aquela de andar. A criança deixa de ser um ser passivo, biossobrevivência, migrando para um mamífero cheio de exigências territoriais, físicas e psíquicas, interferindo nos assuntos da família e na tomada de decisões.


III. O Circuito da destreza-simbolismo:
Esse 3º cérebro foi formado quando as espécies hominídeas começaram a se diferenciar dos outros primatas, há cerca de 4 a 5 milhões de anos atrás. Esse túnel realidade é ativado quando a criança começa a manipular objetos e a enviar sinais laríngeos. Caso o ambiente seja estimulante ao 3º circuito, a criança recebe uma impressão "brilhante" e torna-se hábil; se o ambiente consiste de pessoas ignorantes, a criança recebe a impressão "idiota".


IV. O Circuito sociossexual:
Esse 4º cérebro foi formado quando os bandos hominídeos evoluiram em sociedades, programando papéis sexuais específicos para os seus membros, há cerca de 30 mil anos a.C. É ativado na puberdade, quando os sinais do DNA acionam a liberação glandular dos neuroquímicos sexuais, e a metamorfose para a maioridade começa.

Em linguagem popular, o 1º circuito geralmente é chamado "consciência", orientado para a sobrevivência do corpo; o 2º é chamado "ego", que dá o sentido do status no bando ou na tribo; o 3º circuito é que denominamos de "mente", a capacidade de receber, integrar e transmitir sinais produzidos pela mão ou pela fala; o 4º circuito as impressões são conhecidas como a "personalidade adulta".


V. O Circuito neurossomático:
Esse 5º cérebro começou a aparecer aproximadamente há 4 mil anos, nas primeiras civilizações da classe do lazer e vem crescendo estatisticamente nos últimos séculos, um fato demonstrado pelas artes hedônicas da Índia, da China, da Roma e de outras sociedades. O 5º túnel- realidade pode ser alcançado pela privação sensorial, isolamento social, estresse fisiológico ou um grande choque por gurus.

Esse estado neural geralmente é referido como "alto" ou "viajando", confirmado pelos próprios astronautas ou por 85% daqueles que enfrentam a queda livre, de gravidade zero, descritas como "experiências místicas". Essa mutação já foi alcançada artificialmente pelo treinamento yoga ou xamânico. O estado ativado é sempre descrito como "flutuando" ou, de acordo com a metáfora zen, "um é acima do chão".


VI. O Circuito neuroelétrico:
Esse 6º cérebro consiste em que o sistema nervoso se torne perceptivo de si mesmo, denominado de estado de "consciência do abstrato". Esse nível de funcionamento cerebral parece ter sido referido, ao redor de 500 anos a.C., por vários grupos "ocultos", dificilmente transmitido à humanidade comum. É a preparação para a comunicação entre espécies com entidades adiantadas.


VII. O Circuito neurogenético:
Esse 7º cérebro entra em ação quando o sistema nervoso começa a receber sinais de dentro do neurônio individual, do diálogo entre o DNA e o RNA. O primeiro a realizar essa mutação falou de "memórias de vidas passadas", "reencarnação", "imortalidade", etc. A função evolutiva do 7º circuito é uma preparação para a imortalidade consciente e para a simbiose entre as espécies.


VIII. O Cirtuito neuroatômico:
Esse 8º cérebro é o estado mais avançado dentro do qual a inteligência humana jamais ousou aventurar-se. A consciência provavelmente precede a unidade biológica ou o programa-labirinto do DNA. "Experiências fora do corpo", "projeção astral", contato com entidades alienígenas ou inteligências superiores.

Em resumo, os vários níveis de consciência e os circuitos que estivemos discutindo e ilustrando são todos impressões bioquímicas na evolução do sistema nervoso. Dessa forma, estamos evoluindo para a inteligência-estuda-inteligência e somos, cada vez mais, capazes de acelerar nossa própria evolução.

Bibliografia:
"O Gatilho Cósmico" - O derradeiro Segredo dos Illuminatti, de Robert Anton Wilson


PEDRO JUCHEM
M.'.M.'., Loja Venâncio Aires II, nº 2369 – G.'.O.'.B.'. / RS, Brasil