A ESTRELA DE CINCO PONTAS

Através dos séculos houve sempre a preferência por uma estrela de cinco pontas como figura dos astros de aparência menor do que a do sol e da lua. O planeta Vênus tem sido representado assim e é considerado uma estrela matinal e vespertina, ensejou lendas sem conta. Por outro lado, …

SALMO 133 – ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO

SALMO 133 Ecce quam bonum et Quam iucundumhabitare fratres in unum Sicut unguentum in capite Quod descendit in barbam barbam Aaron Quod descendit in ora vestimenti eius Sicut rosHermon quod descendit Iin montem Sion quoniam illic mandavit Dominus Benedictionem et vitam usque in saeculum SALMO 133 “OH! QUÃO BOM E …

MAÇONARIA E REDES SOCIAIS – UMA REFLEXÃO

As redes sociais se constituem em hábito presente na vida de todos nós, atraindo cada vez mais e mais usuários, especialmente entre jovens já nascidos na era da mobilidade digital. Não se trata de “modismo”, mas de comportamento definitivamente incorporado na vida de um número cada vez maior de pessoas. …

INSTRUÇÃO DE APRENDIZ 1

Em nossa segunda Instrução, nós aprendizes, tomamos contato com mais pormenores dos símbolos que até então nos eram desconhecidas as suas significações e simbologias. A exemplo, a orientação de nossa oficina do Or.’. ao Oc.’. e de N.’. ao S.’. que representam toda a grandiosidade e compromisso de nossa Instituição …

SÃO JOÃO PADROEIRO DA MAÇONARIA: MAS QUAL JOÃO?

São vários o João que acusam na história como Santos e Padroeiros de alguma entidade ou Instituição, no entanto, esta variedade não é tanta quando se trata do possível padroeiro da Maçonaria. Há três vertentes sobre o verdadeiro padroeiro da Maçonaria e por conta disso a dificuldade de se definir …

PITÁGORAS E A SUA FILOSOFIA

O filósofo grego Pitágoras, que deu seu nome a uma ordem de pensadores, religiosos e cientistas, nasceu na ilha de Samos no ano de 582 a.C. A lenda nos informa que ele viajou bastante e que, com certeza, teve contato com as idéias nativas do Egito, da Ásia Menor, da …

O TEMPLO DE SALOMÃO

  PREFÁCIO AO POEMA Construído em Jerusalém há aproximadamente três mil anos, o Templo de Salomão é um ícone da maior importância na memória da humanidade. Foi o primeiro Templo de pedra construído a um Deus: “Javé, único e verdadeiro Deus para milhões de pessoas”. Salomão foi o rei de …

A ACÁCIA

A Acácia: planta símbolo por excelência da Maçonaria; representa a segurança, a clareza, e também a inocência ou pureza. A Acácia foi tida na antiguidade, entre os hebreus, como árvore sagrada e daí sua conservação como símbolo maçônico. Os antigos costumavam simbolizar a virtude e outras qualidades da alma com …

A MAÇONARIA E O LIVRO DA LEI

“decifra-me pelo estudo” Para minha esposa e família Aos mestres: Ir. Mário Proietti, Ir. Dorival Pinto, Ir. Francisco Rorato, Ir. Teobaldo Varoli Filho, Ir. José Luiz Gibim Xocaira e Ir. Giuseppe Massarotti (padrinho) APRESENTAÇÃO Embora, hoje, exista farta literatura sobre a maçonaria, com excelentes obras de autoria de estudiosos e …

O ESTILO GÓTICO

A Arquitetura Normanda ou Românica Os Maçons da Normandia, que acompanharam Guilherme d’Orange durante a invasão da Inglaterra, possuíam profundos conhecimentos no trabalho com a pedra. A sua habilidade, juntamente com a necessidade de defender os domínios recém-conquistados dos Saxões, levou os Normandos a levantar muitos castelos. O exemplo marcante …

O COMPORTAMENTO DO MAÇOM DENTRO E FORA DO TEMPLO

INTRODUÇÃOO tema “O COMPORTAMENTO DO MAÇOM DENTRO E FORA DO TEMPLO” está intrinsecamente relacionado aos princípios de nossa Sublime Ordem que propaga ser uma escola formadora de líderes. Como sabemos, o exercício da liderança representa um ônus elevado pois, além da responsabilidade inerente, o comportamento é fundamental pelo exemplo que …

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE V: OS NÚMEROS SÓLIDOS

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE V OS NÚMEROS SÓLIDOS Continuando com o processo enunciado no capítulo anterior, os pitagóricos descobriram os números sólidos. Os mais simples e, ao mesmo tempo, os mais importantes são os números piramidais, assim chamados por causa da forma: uma pirâmide com base triangular, quadrada, pentagonal, …

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE IV: OS NÚMEROS POLIGONAIS

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE IV OS NÚMEROS POLIGONAIS Os pitagóricos, colocando pontos em correspondência dos vértices de polígonos regulares, não descobriram apenas os números triangulares pois, existindo polígonos virtualmente com um número ilimitado de lados, existem também infinitos números poligonais (quadrados, pentagonais, hexagonais, octogonais, etc.). Todavia apenas os triangulares …

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE III: A ESTRELA FLAMEJANTE

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE III A ESTRELA FLAMEJANTE A divisão de uma circunferência em 2, 3, 4, 6 ou 8 partes iguais e o problema da inscrição nela de polígonos regulares de 3, 4, 6 ou 8 lados não apresentava dificuldades para os matemáticos da Grécia antiga. Mais difícil …

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE II: OS NÚMEROS SINTÉTICOS

NÚMEROS E ESOTERISMO – PARTE II OS NÚMEROS SINTÉTICOS A Maçonaria, com sua iniciação cerimonial, pode ser considerada uma corporação especializada na arquitetura sagrada onde elementos pitagóricos estão intimamente ligados ao simbolismo típico do trabalho maçônico: esquadro, compasso, perpendicular, etc. Consequentemente, a compreensão dos números sagrados à Maçonaria se torna …