O SIMBOLISMO DA CADEIA DE UNIÃO

Há, em Magia, palavras de pronunciação perigosa; há também ritos maçónicos aos quais será melhor não nos associarmos quando não temos plena consciência do seu poder oculto. O tema da “Cadeia de União” é um desses que, apesar da sua aparente simplicidade, encarna uma das figuras mais complexas do Ritual, …

O SOL E A LUA

Apesar de a Maçonaria Regular requerer que os seus candidatos confirmem a sua crença em Deus, não aprofunda o sujeito, deixando a religião e a sua prática ao Maçon enquanto indivíduo. Isto é a Maçonaria pretende afirmar a crença num Deus, mas não forçosamente no Deus Cristão. A maçonaria possibilita …

O VINHO NA MAÇONARIA

Dizem-se os filhos da Luz, e pretendem transformar homens bons em Homens melhores. Segundo o Rito Escocês Antigo e Aceite, que assenta em três pilares – Sabedoria, Beleza e Harmonia percorrem o caminho que os leva ao grande Arquitecto do Universo desde tempos imemoriáveis. Transportam consigo a ciência do traço, …

OS MISTÉRIOS

“(…) JAMAIS REVELAR ALGUM MISTÉRIO, SEGREDO OU SÍMBOLO DA MAÇONARIA, POR QUALQUER FORMA QUE SEJA A QUALQUER HOMEM QUE EU NÃO RECONHEÇA COMO VERDADEIRO E FIEL MAÇON. (…) SE EU FALTAR A ESTE COMPROMISSO QUE ACABO DE ASSUMIR DE LIVRE VONTADE E FIRME DETERMINAÇÃO, CONSINTO EM SER CHAMADO DE HOMEM …

PARTICIPAÇÃO DA MAÇONARIA NA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA NO BRASIL

A maçonaria brasileira nasceu com o Brasil, e esteve presente em todos os principais acontecimentos históricos e que culminaram no País que hoje vivemos. Diferente não poderia ser a sua participação na Proclamação da República. “A partir de hoje, 15 de novembro de 1889, o Brasil entra em nova fase, …

MAÇONARIA E A SOCIEDADE DO SÉCULO XXI (PASSATEMPO DO PORTAL – 3º CLASSIFICADO)

Maçonaria e a Sociedade do Século XXI por José Roberto Mira, M.’.M.’.Gr.’. IV – A.’.R.’.L.’.S.’. RENASCER 130 {G.’.O.’.P.’.} Agrada-me sobremaneira a oportunidade de escrever sobre a nossa Sublime Ordem Maçônica. Quando escrevia os trabalhos para aumento de salários, nos meus tempos de aprendiz, tudo era muito fácil, tudo era novidade, …

MAÇONARIA E A SOCIEDADE DO SÉCULO XXI (PASSATEMPO DO PORTAL – 2º CLASSIFICADO)

Maçonaria e a Sociedade do Século XXI por “Godofredo” Introdução A realização deste trabalho é para mim como um desafio e uma aventura. Confesso que não é fácil a um profano como eu, estar a dissertar sobre a maçonaria, pois sou um mero “observador”.É quase como que um telespectador estar …

MAÇONARIA E A SOCIEDADE DO SÉCULO XXI (PASSATEMPO DO PORTAL – 1º CLASSIFICADO)

Maçonaria e a Sociedade do Século XXI Um ensaio sobre a Globalização e Actuação da Maçonaria no mundo profano.por Bruno Brazinha, M.’.M.’.R.’.L.’. Camelot nº 50 (G.’.L.’.R.’.P.’./GLLP) Índice: 1. Introdução 2. O que é a globalização? 3. As forças motoras da globalização 3.1. Trocas comerciais internacionais e o interesse dos estados …

PORQUE SOU MAÇON?

O que aqui me traz hoje, para além de uma integral devoção à Maçonaria Universal, a que me orgulho de pertencer, é a resposta ao convite do meu querido e ilustre Irmão Amando H.’., no sentido de tecer, para o mundo profano, algumas das reflexões pertinentes, na minha qualidade de …

O RITO MODERNO

O I.’. Octaviano Galvão Filho, ao prefaciar a obra do I.’. José Castellani – A MAÇONARIA MODERNA [1] -, com propriedade, afirma:“Para pesquisar a verdade, é preciso desfazermo-nos de todos os conceitos adquiridos e reconstruir de novo, desde os fundamentos, todos os sistemas do nosso conhecimento.” E a sua assertiva …

SOLSTÍCIO DE VERÃO

De acordo com alguns dos autores mais avisados, o S. João a que se referem as Lojas dos graus simbólicos do Rito Escocês Antigo e Aceite, não é nenhum dos dois S. Joões Solsticiais celebrados pelo Cristianismo, na tradição romana dos Janua – o Baptista (24 de Junho) e o …

V. I. T. R. I. O. L.

(“Pedra que rola não cria limo”, diz o dito popular) Na iniciação,  os inusitados acontecem vertiginosamente. Para aumentar a tensão,  a venda, a tolher talvez um dos mais preciosos sentidos, que é o da visão, eleva a tempera-tura. Os choques com os inesperados,  com os segredos que os IIr.’. não …